30 de abr de 2009

1º de Maio - Dia do Trabalho





Só o trabalho constrói. Todo o conforto de que a humanidade goza hoje em dia é fruto do trabalho de muitas pessoas, através de várias gerações.
Todo trabalho honesto dignifica, por mais humildade que seja. Quem faz do trabalho o seu maior prazer da vida, vê que só tem a lucrar, pois além de manter-se com orgulho e honestidade, não tem vontade nem tempo para ociosidade, que quase sempre leva maus hábitos.
O DIA do TRABALHO é essencialmente importante , porque é nessa data que lembramos o esforço humano para modificar a natureza com consciência, preservando-a sempre e explorá-la para o progresso da humanidade.
Todas as pessoas, cada uma na sua profissão, são igualmente necessárias. A comunidade depende tanto de engenheiros e médicos quanto de pedreiros, padeiros[bb] e agricultores, etc
No dia 1 de maio de 1886, em Chicago[bb], grevistas entraram em choque com a polícia. Explodiu uma bomba e morreram quatro operários e sete policiais. Alguns líderes grevistas foram presos e executados no ano seguinte.
Em junho de 1889, os socialistas reunidos em Paris, aprovaram a resolução de consagrar o dia 1 de maio de todos os anos, como o Dia Internacional dos Trabalhadores, em memoria das vítimas de Chicago.
A iniciativa se propagou lentamente, a princípio encontrando resistência das autoridades, que perseguiam politicamente os manifestantes, mas aos poucos se consolidou.
Hoje, sob a designação de DIA DO TRABALHO, São feitas comemorações em quase todos os países do mundo, com pequenas variantes quanto à data. O DIA DO TRABALHO, porém, só foi institucionalizado com o Estado Novo, em 1938, e declarado feriado nacional pelo governo do marechal Eurico Gaspar Dutra, com a Lei nº 662, de 6 de abril de 1949.
Nada mais justo do que lembrar nesse dia de todos aqueles que com seu trabalho constroem algo de bom para a Pátria[bb] e para a Humanidade.
Parabéns trabalhador brasileiro.




Sony te leva ao Japão[super promoção]

Promoção imperdível.Não perca essa oportunidade.Participe pois é super facíl de ganhar.

Uma viagem ao Japão de 15 dias, passagem e hotel pago com direito a acompanhante, mais 2500 dólares para gastar a vontade.
E ainda:
Uma TV LCD Full HD de 69 " (já com o decodificador digital incorporado) !!!!
Essa vale a pena tentar!
Para ganhar a viagem é 'simples':
Basta acertar as seguintes perguntas a respeito da foto abaixo:

1) quem está com sono,
2) quem está quase dormindo,
3) quem acordou agora
4) quais são os dois gêmeos.
5) quem está com raiva
6) quem está alegre




Pode ser uma piada de mal gosto,mas que é divertido,isto é.

Como explicar isso para sua seguradora



Elas devem estar muito felizes...Muito mesmo he he he.

Mais duas de humor[fresquinhas]


Um motorista de táxi ia guiando numa grande avenida de S.Paulo percebeu uma linda mulher caminhando na calçada uns metros adiante e fala ao passageiro que levava no carro:
- Olha que mulher bonita! Nossa, ela é um avião!
E o passageiro responde gritando:
- Feia!
O motorista:
- Feia nada! Ela é gostosona pra caramba!
E o passageiro gritando de novo:
- Feia!!!! Feiaaa...
- Que feia o quê!! Tá louco??? - responde o motorista.
E o passageiro aos berros:
- Feia! Feia! Feiaaa!
O motorista, que não estava olhando pra frente, bate em outro carro.
Fica louco da vida e fala pro passageiro:
- Pô cara! Cê viu que eu ia bater!!! Por que não me avisou?
E o passageiro:
- Aralho!!! Eu ava itando: - feia... feia... E ocê num feiô. É urdo é???
Zi udeu...



Lula discursava para dezenas de milhares de pessoas
no Anhangabaú em São Paulo , quando, de repente,
aparece Jesus Cristo baixando lentamente do céu.
Quando chega ao lado de Lula, lhe diz algo ao ouvido.
Então, Lula dirigindo-se à multidão diz:
- Atenção companheiros.....!
O companheiro Jesus Cristo aqui,
quer dizer algumas palavras para vocês.
Jesus pega o microfone e diz:
- Povo brasileiro, este homem que tem barba como eu,
não lhes deu pão, da mesma forma que eu fiz....?
O povo responde:
- Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !
Não é verdade que, assim como eu multipliquei
os pães e peixes para dar de comer a todos,
este homem inventou o Fome Zero
para que todos pudessem se alimentar.....?
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !
Respondeu o povão.
Não é verdade que ele assegurou tratamento médico
e remédios para os pobres,
assim como eu curei os enfermos....?
O povo grita:
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !
Não foi traido por companheiros de partido,
assim como eu fui traido por Judas....?
O povo gritou ainda mais forte:
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !

Então o que vocês estão esperando

para crucificar esse infeliz..... ???

Se você não reclamar seu direitos!!![como vai ficar]

Existe alguma semelhança entre o sorvete de baunilha,e a General Motors?
Leia com atenção o texto abaixo e tire suas conclusões.





Olhem como qualquer reclamação de um cliente pode levar a uma descoberta totalmente inesperada do seu produto.
Parece coisa de louco, mas não é. Esta é a moral de uma história que está circulando de boca em boca entre os principais especialistas norte-americanos em atendimento ao cliente. A
história ou "causo", como está sendo batizada aqui no Brasil, começa quando o gerente da divisão de carros da Pontiac, da GM dos EUA, recebeu uma curiosa carta de reclamação de um cliente.
Eis o que ele escreveu:
"Esta é a segunda vez que mando uma carta para vocês, e não os culpo por não de responder.
Eu posso parecer louco, mas o fato é que nós temos uma tradição em nossa família, que é a de comer sorvete depois do jantar. Repetimos este hábito
todas as noites, variando apenas o tipo do sorvete, e eu sou o encarregado de ir comprá-lo. Recentemente comprei um novo Pontiac e, desde então, minhas idas à sorveteria se transformaram num problema.
Sempre que eu compro sorvete de baunilha[bb], quando volto da loja para casa, o carro não funciona se compro qualquer outro tipo de sorvete, o carro funciona normalmente. Os senhores devem achar que eu estou realmente louco, mas não importa o quão tola possa parecer minha reclamação. O fato é que estou muito irritado com meu Pontiac".
A carta gerou tantas piadas do pessoal da GM[bb] que o presidente da empresa acabou recebendo uma cópia da reclamação. Ele resolveu levar a sério e
mandou um engenheiro conversar com o autor da carta. O funcionário e o reclamante, um senhor bem-sucedido na vida e dono de vários carros, foram
juntos à sorveteria no fatídico Pontiac. O engenheiro sugeriu sabor baunilha para testar a reclamação e o carro efetivamente não funcionou.
O funcionário da GM voltou nos dias seguintes, à mesma hora, e fez o! mesmo trajeto, e só variou o sabor do sorvete. Mais uma vez, o carro só não pegava na volta, quando o sabor escolhido era baunilha..
O problema acabou virando uma obsessão para o engenheiro, que passou a fazer experiências diárias, anotando todos os detalhes possíveis e, depois de
duas semanas, chegou à primeira grande descoberta..
Quando escolhia baunilha, o comprador gastava menos tempo, porque este tipo de sorvete estava bem na frente.
Examinando o carro, o engenheiro fez nova descoberta: como o tempo de compra era muito mais reduzido no caso da baunilha, em comparação com o tempo dos outros sabores, o motor não chegava a esfriar. Com isso, os vapores de combustível não se dissipavam, impedindo que a nova partida fosse instantânea. A partir deste episódio, a Pontiac mudou o sistema de alimentação de combustível e introduziu a alteração em todos os modelos a
partir desta linha.
Mais que isso, o autor da reclamação ganhou um carro novo, além da reforma
do que não pegava com sorvete d! e baunilha. A GM distribuiu também um memorando interno, exigindo que seus funcionários levem a sério até as
reclamações mais estapafúrdias, " porque pode ser que uma grande inovação esteja por atrás de um sorvete de baunilha" diz a carta da GM.
Com certeza esse consumidor americano[bb] comprará um outro Pontiac, porque qualidade não está dentro da empresa, está também no atendimento que
despendemos aos nossos clientes.

"Tempos loucos exigem empresas malucas".
Tom Peters

Conversa de 2 crianças modernas(papo super cabeça)




- E aí, véio?

- Beleza, cara?

- Ah, mais ou menos. Ando meio chateado com algumas coisas.

- Quer conversar sobre isso?

- É a minha mãe. Sei lá, ela anda falando umas coisas estranhas, me
botando um terror, sabe?

- Como assim?

- Por exemplo: há alguns dias, antes de dormir, ela veio com um papo
doido aí. Mandou eu dormir logo senão uma tal de Cuca ia vir me
pegar.
Mas eu nem sei quem é essa Cuca, pô. O que eu fiz pra essa mina
querer
me pegar? Você me conhece desde que eu nasci, já me viu mexer com
alguém?

- Nunca.

- Pois é. Mas o pior veio depois.. O papo doido continuou. Minha mãe
disse que quando a tal da Cuca viesse, eu ia estar sozinho, porque
meu
pai tinha ido pra roça e minha mãe passear. Mas tipo, o que meu pai
foi fazer na roça? E mais: como minha mãe foi passear se eu tava
vendo
ela ali na minha frente? Será que eu sou adotado, cara?

- Sabe a sua vizinha ali da casa amarela? Minha mãe diz que ela tem
uma hortinha no fundo do quintal. Planta vários legumes. Será que sua
mãe não quis dizer que seu pai deu um pulo por lá?

- Hmmmm. pode ser. Mas o que será que ele foi fazer lá? Vixe! Será
que
meu pai tem um caso com a vizinha?

- Como assim, véio?

- Pô, ela deixou bem claro que a minha mãe tinha ido passear. Então
ela não é minha mãe. Se meu pai foi na casa da vizinha, vai ver eles
dois tão de caso. Ele passou lá, pegou ela e os dois foram passear. É
isso, cara. Eu sou filho da vizinha. Só pode!

- Calma, maninho. Você tá nervoso e não pode tirar conclusões
precipitadas.

- Sei lá. Por um lado pode até ser melhor assim, viu? Fiquei sabendo
de umas coisas estranhas sobre a minha mãe.

- Tipo o quê?

- Ela me contou um dia desses que pegou um pau e atirou em um gato.
Assim, do nada. Puta maldade, meu! Vê se isso é coisa que se faça com
o bichano!

- Caramba! Mas por que ela fez isso?

- Pra matar o gato. Pura maldade mesmo. Mas parece que o gato[bb] não
morreu.

- Ainda bem. Pô, sua mãe é perturbada, cara.

- E sabe a Francisca ali da esquina?

- A Dona Chica? Sei sim.

- Parece que ela tava junto na hora e não fez nada. Só ficou lá,
paradona, admirada vendo o gato berrar de dor.

- Putz grila. Esses adultos às vezes fazem cada coisa que não dá pra
entender.

- Pois é. Vai ver é até melhor ela não ser minha mãe, né? Ela me
contou isso de boa, cantando, sabe? Como se estivesse feliz por ter
feito essa selvageria. Um absurdo. E eu percebo também que ela não
gosta muito de mim. Esses dias ela ficou tentando me assustar,
fazendo
um monte de careta. Eu não achei legal, né. Aí ela começou a falar
que
ia chamar um boi com cara preta pra me levar embora.

- Nossa, véio. Com certeza ela não é sua mãe. Nunca que uma mãe ia
fazer isso com o filho.

- Mas é ruim saber que o casamento deles é essa zona, né? Que meu pai
sai com a vizinha e tal. Apesar de que eu acho que ele também leva
uns
chifres, sabe? Um dia ela me contou que lá no bosque do final da rua
mora um cara, que eu imagino que deva ser muito bonitão, porque ela
chama ele de 'Anjo'. E ela disse que o tal do anjo[bb] roubou o
coração
dela. Ela até falou um dia que se fosse a dona da rua, mandava
colocar
ladrilho em tudo, só pra ele pode passar desfilando e tal.

- Nossa, que casamento bagunçado esse. Era melhor separar logo.

- É. só sei que tô cansado desses papos doidos dela, sabe? Às vezes
ela fala algumas coisas sem sentido nenhum. Ontem mesmo veio me falar
que a vizinha cria perereca em gaiola[bb], cara. Vê se pode? Só tem louco
nessa rua.

- Ixi, cara. Mas a vizinha não é sua mãe?

Traição por justa causa existe?


O marido chega em casa e pega a esposa, na cama, com um garotão, 25 anos,
forte, bronzeado, cheio de amor pra dar...

Arma o maior barraco, mas a mulher o interrompe:

-Antes, você deveria ouvir como tudo isso aconteceu...

Andava na rua, vi esse jovem maltrapilho, cansado e faminto .
Então, com pena do estado dele, eu o trouxe para casa.

Dei a ele aquela Refeição que eu havia preparado para você ontem
E como você chegou tarde e satisfeito com o tira-gosto do boteco..
não comeu, e eu guardei o jantar na geladeira, lembra-se?

Ele estava descalço, então dei a ele aquele seu par de sapatos que,
como foi minha mãe que te deu, você nunca usou.

Ele estava com sede e eu servi aquele vinho que estava guardado...
Para aquele sábado que você prometeu mas que nunca chega...
Pois num dia é futebol, noutro poker, noutro pescaria, noutro peteca,noutro lavando o carro e assim por diante.

As calças estavam rasgadas, dei-lhe aquele seu jeans semi-novo...
Ainda estava em perfeito estado, mas não cabia mais em você.

Como ele estava sujo, aconselhei-o a tomar um banho....
Fazer a barba, então dei a ele aquela loção francesa novinha que você
Nunca usou, porque acha fedorenta.

Daí, quando ele já ia embora, perguntou:
Dona, tem mais alguma coisa que seu marido não usa mais?

- Nem respondi!!!!!!!.............
Dei logo !!!
====================================================================
(Moral da história: Mulher só trai por justa causa)
====================================================================

Eitá minerim experto só


Um Mineiro está visitando o amigo carioca que sofreu um acidente de carro e que irá ficar, temporariamente, de cama, e mora numa belíssima casa de dois andares.

De repente o acidentado diz:
- Eu deixei as minhas sandálias lá em cima no meu quarto.
Você não quer ir lá pegar pra mim, por favor?

- Não dá para recusar este tipo de favor, não é?

Então, o cara sobe a escada e vai até o quarto do amigo.
Chegando lá, ele percebe que a porta do banheiro está se abrindo e as duas lindas filhas gêmeas do amigo, 20 aninhos, estão saindo, enroladas em toalha de banho.
O cara, um mineirim com 30 anos de belzonte, não perde a chance:
- Oi meninas, seu pai que me pediu para subir e comer vocês duas!
As duas olham-se incrédulas:
- Ele nunca iria dizer isso!

- É lógico que disse! - responde ele - Querem ver?

E, gritando para o amigo lá embaixo, pergunta:

- É pra pegar só uma ou as duas?
- CLAAROOOO QUE AS DUAS, POOORRRAAAAA !!!

22 de abr de 2009

Você se acha um líder ou sabe se portar como um?

Líder não manda, líder encaminha, orienta e fica atento a todo momento, ele vive o sucesso.



A menina, 13 anos, Natalie Gilbert, ganhou um prêmio e foi cantar o Star Spangled Banner, hino dos EUA, no jogo da NBA[bb].
Vinte mil pessoas no estádio, ela afinadinha. Aí o braço tremeu, ela engasgou, esqueceu a letra... Deu branco!!! Treze anos. Sozinha, ali no meio...

O público estupefato ameaça uma vaia. De repente, Mo Cheeks, técnico dos Portland Trail Blazers, aparece ao seu lado e começa a cantar, incentivando-a, e trazendo o público junto.

Bonita cena e , o que é mais incrível ... só o técnico tomou a iniciativa de ir até lá para ajudar, enquanto os demais à volta dela só observavam estupefatos...

Mostra como uma atitude de liderança[bb] e solidariedade, na hora certa, pode fazer uma grande diferença, para ajudarmos um ser humano e mudar a história do jogo da vida.

Será que isso já não aconteceu em nossas vidas? E a nossa atitude foi a do técnico Mo Cheeks ou da de todos que estavam ao redor, comum e de descaso?

TEM GENTE QUE ESTÁ NO MUNDO PARA AJUDAR... OUTROS PARA VAIAR. PENSE NISSO. AGORA VEJA O FILME...


video

21 de abr de 2009

E o Pudim comemora um ano de blogagem



E é isso mesmo.Um ano do blog do Pudim,totalmente reformulado,visual novo,cheio de novidades e matérias interessantes.
Eu sou suspeito para falar do proprietário do blog(Leonardo),pois além de ser muito meu amigo,também é um dos meus sobrinhos favoritos.
Por isso sem mais delongas,parabéns a ele por um ano de blogagem,sucesso nos proxímos anos,e estamos no aguardo das novidades prometidas para os seus leitores.

Faça uma visita e comprove,tenho certeza que você ira voltar mais vezes, Viva o lado Pudim da vida.

Que tal uma voltinha com Lulabelle no quarteirão?



Uma garotinha perguntou à mãe:
- Mamãe, posso levar a cachorrinha para andar em volta do quarteirão ?
Mamãe respondeu:
-Não, porque ela está no cio.
-O que é isso?' perguntou a menininha.
-Vá perguntar a seu pai, ele está na garagem.
A garotinha foi até à garagem e disse:
-Paizinho, posso levar a LulaBelle para uma volta no quarteirão?
Eu pedi à mamãe, mas ela disse que a cachorrinha está no cio, então eu vim falar com você.
Papai disse:
-Traga a LulaBelle aqui.
Ele pegou uma estopa, embebeu-a de gasolina e esfregou as costas da cachorrinha com a estopa a fim de disfarçar o cheiro, e disse:
-Tudo bem, pode ir, mas mantenha LulaBelle na coleira[bb] e só dê uma volta em torno do quarteirão.
A garotinha saiu e voltou poucos minutos depois sem a cachorrinha na coleira.
Surpreso, Papai perguntou:
Onde está a LulaBelle?
(É bem antiguinha,mas dá para dar uma risadinha!)
A garotinha disse:
-Acabou a gasolina dela na metade do quarteirão, e por isso outro cachorro[bb] a está empurrando até nossa casa.

Até que a morte os separe(ou a briga comece)

====================================================================


Minha esposa sentou-se no sofá junto a mim enquanto eu passava pelos canais.
Ela perguntou, "O que tem na TV? "
Eu disse, "Poeira. "
E a briga começou....


====================================================================


Minha esposa estava dando dicas sobre o que ela queria para seu aniversário que estava próximo.
Ela disse, "Quero algo brilhante que vá de 0 a 200 em cerca de 3 segundos. "
Eu comprei uma balança para ela.
E então a briga começou...


====================================================================

Quando cheguei em casa ontem a noite, minha esposa exigiu que a levasse a algum lugar caro.
Então eu a levei ao posto de gasolina.
E então a briga começou...

====================================================================

Minha esposa e eu estavamos sentados numa mesa na minha reunião de colegial, e eu fiquei olhando para uma moça bêbada que balançava seu drinque enquanto estava sozinha numa mesa próxima.
Minha esposa perguntou, "Você a conhece ?"
"Sim," disse eu, "Ela é minha antiga namorada...Eu sei que ela começou a beber logo depois que nos separamos há tantos anos, e pelo que sei ela nunca mais ficou sóbria."
"Meu Deus!", disse minha esposa, "quem pensaria que uma pessoa poderia ficar celebrando por tanto tempo?"
E então a briga começou...

===========================================================

Depois de aposentar-me, fui até o INSS para poder receber meu benefício. A mulher que me atendeu solicitou minha identidade para verificar minha idade.
Chequei meus bolsos e percebi que a tinha deixado em casa. Disse a mulher que lamentava, mas teria que ir até minha casa e voltar depois.
A mulher disse, "Desabotoe sua camisa."
Então, desabotoei minha camisa deixando exposto meus cabelos crespos prateados. Ela disse, "Este cabelo prateado no seu peito é prova suficiente para mim," e processou meu benefício.
Quando cheguei em casa, contei entusiasmado o que ocorrera para minha esposa.
Ela disse, "Por que você não abaixou as calças? Você poderia ter conseguido auxilio-invalidez também..."
E então a briga começou...

====================================================================

A mulher esta nua, olhando no espelho do quarto de dormir. Ela não está feliz com o que vê e diz para o marido, "Sinto-me horrível; pareço velha, gorda e feia. Eu realmente preciso de um elogio seu. "
O marido retruca, "Sua visão está perto da perfeição. "
E então a briga começou...

====================================================================

Eu levei minha esposa ao restaurante. O garçom, por algum motivo, anotou meu pedido primeiro. "Eu vou querer churrasco, mal-passado, por favor."
Ele disse, "Você não está preocupado com a vaca louca ?"
"Não, ela mesma pode fazer seu pedido."
E então a briga começou...

====================================================================

MÉTODOS E SITUAÇÕES JÁ TESTADAS E APROVADAS.POR QUEM EU NÃO SEI,E NEM SOU LOUCO PARA QUERER SABER HEHEHEHE

Mais uma das arábias


O turco Salim chega ao banco e fala para o gerente:

- Eu quer fazê uma embréstimo!!!

Surpreso, o gerente pergunta para Salim:

- Você, Salim, querendo um empréstimo? De quanto?

- Uma real.

- Um real? Ah, isso eu mesmo te dou.

- Não, não! Eu querer embrestado da banco mesmo! Uma real!

- Bem, são 12% de juros, para 30 dias...

- Zem broblema! Vai dar uma real e doze zentavos. Onde eu assina?

- Um momento, Salim. O banco precisa de uma garantia. Sabe como é, são as normas.

- Bode begá meu Mercedes zerinha, que tá lá fora e deixá guardado no garagem da banco, até eu bagá a embréstimo. Tá bom azim?

- Feito!!!

Chegando em casa, Salim diz para Jamile:

- Bronto, nóis já bode viajá bra Turquia zem breogubazon. Conzegui dexar a Mercedes num garagem do Banco do Brasil bor 30 dias, e eu só vai bagá doze zentavos.

19 de abr de 2009

Será a reencarnação de Bruce Lee?

Interessante vídeo que acabei de receber,onde um cara vestido e agindo como Bruce Lee,dá uma verdadeira aula no tênis de mesa.Assista ao show.
video

Ria que é de graça[tirinhas engraçadas]










Tirinhas muito engraçadas que recebi por email

Ser ignorado é uma das piores sensações que existem na vida

O psicólogo social Fernando Braga da Costa vestiu uniforme e
trabalhou oito anos como gari, varrendo ruas da Universidade de São
Paulo. Ali, constatou que, ao olhar da maioria, os trabalhadores
braçais são \'seres invisíveis, sem nome\'.

Em sua tese de mestrado, pela USP, conseguiu comprovar a existência da
\'invisibilidade pública\', ou seja, uma percepção humana totalmente
prejudicada e condicionada à divisão social do trabalho, onde
enxerga-se somente a função e não a pessoa..
Braga trabalhava apenas meio período como gari, não recebia o salário
de R$ 400 como os colegas de vassoura, mas garante que teve a maior
lição de sua vida:
\'Descobri que um simples bom dia, que nunca recebi como gari,
pode significar um sopro de vida, um sinal da própria existência\',
explica o pesquisador.
O psicólogo sentiu na pele o que é ser tratado como um objeto e
não como um ser humano. \'Professores que me abraçavam nos corredores
da USP passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. Às
vezes, esbarravam no meu ombro e, sem ao menos pedir desculpas,
seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste, ou em um
orelhão\', diz.
No primeiro dia de trabalho paramos pro café. Eles colocaram
uma garrafa térmica sobre uma plataforma de concreto. Só que não
tinha caneca.. Havia um clima estranho no ar, eu era um sujeito vindo
de outra classe, varrendo rua com eles. Os garis mal conversavam
comigo, alguns se aproximavam para ensinar o serviço. Um deles foi até
o latão de lixo pegou duas latinhas de refrigerante cortou as latinhas
pela metade e serviu o café ali, na latinha suja e grudenta. E como a
gente estava num
grupo grande, esperei que eles se servissem primeiro. Eu nunca
apreciei sabor do café. Mas, intuitivamente, senti que deveria
tomá-lo, e claro, não livre de sensações ruins. Afinal, o cara tirou
as latinhas de refrigerante de dentro de uma lixeira, que tem sujeira,
tem formiga, tem barata, tem de tudo. No momento em que empunhei a
caneca improvisada, parece que todo mundo parou para assistir à cena,
como se perguntasse: \'E aí, o jovem rico vai se sujeitar a beber
nessa caneca?\' E eu bebi.
Imediatamente a ansiedade parece que evaporou. Eles passaram a
conversar comigo, a contar piada, brincar.
O que você sentiu na pele, trabalhando como gari?
Uma vez, um dos garis me convidou pra almoçar no bandejão central.
Aí eu entrei no Instituto de Psicologia para pegar dinheiro, passei
pelo andar térreo, subi escada, passei pelo segundo andar, passei
na biblioteca, desci a escada, passei em frente ao centro acadêmico,
passei em frente a lanchonete, tinha muita gente conhecida. Eu fiz
todo esse trajeto e ninguém em absoluto me viu. Eu tive uma sensação
muito ruim. O meu corpo tremia como se eu não o dominasse, uma
angustia, e a tampa da cabeça era como se ardesse, como se eu tivesse
sido sugado. Fui almoçar, não senti o gosto da comida e voltei para o
trabalho atordoado.
E depois de oito anos trabalhando como gari? Isso mudou?
Fui me habituando a isso, assim como eles vão se habituando também
a situações pouco saudáveis. Então, quando eu via um professor
se aproximando - professor meu - até parava de varrer, porque ele ia
passar por mim, podia trocar uma idéia, mas o pessoal passava como se
tivesse passando por um poste, uma árvore, um orelhão.
E quando você volta para casa, para seu mundo real?

Eu choro. É muito triste, porque, a partir do instante em que você
está inserido nessa condição psicossocial, não se esquece jamais.
Acredito que essa experiência me deixou curado da minha doença
burguesa.. Esses homens hoje são meus amigos. Conheço a família deles,
freqüento a casa deles nas periferias. Mudei. Nunca deixo de
cumprimentar um trabalhador.
Faço questão de o trabalhador saber que eu sei que ele existe. Eles
são tratados pior do que um animal doméstico, que sempre é chamado
pelo nome. São tratados como se fossem uma \'coisa\'.



Psicólogo varreu as ruas da USP para concluir sua tese de mestrado
da \'invisibilidade pública\'.
Ele comprovou que, em geral, as pessoas enxergam apenas a função
social do outro. Quem não está bem posicionado sob esse critério, vira
mera sombra social.
Plínio Delphino, Diário de São Paulo.

18 de abr de 2009

Coisa de Minas uai!!!

NUDEZ MINEIRA
Dois cumpadre de Uberaba [bb] tavam bem sossegadim fumando seus
respectivo cigarrim de paia e proseano.
Conversa vai, conversa vem, eis que a certa altura um deles
pergunta pro outro:
- Cumpadre, u quê quiocê acha desse negóço de nudez?
- No que o outro respondeu:
- Acho bão, sô!
O outro ficou assim, pensativo, meditativo...e perguntou de novo:
- Ocê acha bão purcaus diquê, cumpadre?
E o outro:
- Uai! É mió nudês do que nunosso, né mesmo?

SUTILEZA MINEIRA
O cumpadi, há muito tempo de olho na cumadi, aproveitô a ausência
do cumpadi e resolveu fazer uma visitinha para ver se ela não carecia
de arguma coisa...
Chegando lá, os dois meio sem jeito, não estavam acostumados a
ficar a sós....falaram sobre o tempo....
- Será qui chove?
- Pois é.....
Ficô um grande silêncio.....
Aí, o cumpadi se enche de corage e resorve quebrá o gelo:
- Cumadi....qui qui ocê acha: trepemo ou tomemo um café[bb]?
- Ah, cumpadi...cê mi pegô sem pó.....


TREM CAIPIRA
Uma mulher estava esperando o trem na estação ferroviária de
Varginha[bb], quando sentiu uma vontade de ir urgentemente ao banheiro.
Foi....
Quando voltou, o trem já tinha partido. Ela começou a chorar.
Nesse momento, chegou um mineiro, compadeceu-se dela e perguntou:
- Purcaus diquê qui a sinhora tá chorano?
- É que eu fui urinar e o trem partiu....
- Uai, dona! Por caus dissu num precisa chorá não...tenho certeza
bissoluta qui a sinhora já nasceu com esse trem partido....

CUNVERSA DE MINEIRIM
- Cumpadi, muié é bicho estranho, num é mêsss???
- Num gosta di pescá....
- Num gosta di futebor...
- Num sabi contá piada...
- Num toma umas pinguinha....
- Óia, cumpadi....si num tivesse xoxota, eu nem cumprimentava.


MUIÉ MINEIRA
Os dois cumpadres pitavam o cigarrim de paia e prosiavam. Um deles pergunta:
- Ô cumpadre, cumé que chama mesmo aquela coisa que as muié tem
(faz um sinal com as duas mãos), quentim, cabeludim, que a gente
gosta, é vermeia e que come terra?
- Uai...quentim... vermeia..? A gente gosta? Uái sô, só pode ser
xoxota. Mas eu num sabia que comia terra, sô!!
O outro dá uma pitada no cigarro:
- Pois come, cumpadre. Só di mim, cumeu treis fazenda[bb].

DIPROMA
O velho fazendeiro do interior de Minas está em sua sala, proseando
com um amigo, quando um menino passa correndo por ali.
Ele chama:
- Diproma, vai falar para sua avó trazer um cafèzinho aqui pra visita!
E o amigo estranha:
- Mas que nome engraçado tem esse menino!! É seu parente?
- É meu neto! Eu chamo ele assim porque mandei a minha filha
estudar em Belzonte e ela voltou com ele!

MINEIRIM NO RIDIJANEIRO
Um mineirim tava no Ridijaneiro, bismado cas praia, pé discarço,
sem camisa, caquele carção samba canção, sem cueca pur dibacho.
Os cariocas zombano, contano piada de mineiro. Alheio a tudo, o
mineirim olhou pro marzão e num se güentô: correu a toda velocidade e
deu um mergúio, deu cambaióta, pegô jacaré e tudo mais.
Quando saiu, o carção de ticido finim tava transparente e grudadim
na pele. Tudu mundo na praia tava oiano pro tamanho do 'amigão' que o
mineirim tinha. O bicho ia até pertim do juêio...A turma nunca tinha
visto coisa igual. As muié cum sorrisão, os homi roxo dinveja, só
tinham olhos pro bicho.
O mineirim intão percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:
-Qui qui foi, uai? Seus bobãum... vão dizê qui quando oceis pula na
agua fria, o pintim doceis num incói tamém.




UAI SÔ
Um mineirinho bom de cama, passando por New York, pega uma
americana e parte para os finalmentes.
Durante a relação, a americana fica louca e começa a gritar:
- Once more, once more, once more.......(tradução de once more: 'mais uma vez')
E o mineirinho responde desesperado:
- Beozonte, Beozonte, Beozonte.....

O EMPRESÁRIO E O MINEIRIM!
Num certo dia, um empresário viajava pelo interior de Minas.
Ao ver um peão tocando umas vacas, parou para lhe fazer algumas perguntas:
- Acha que você poderia me passar umas informações?
- Claro, sô!
- As vacas dão muito leite?
- Qual que o senhor quer saber: as maiáda ou as marrom?
- Pode ser as malhadas.
- Dá uns 12 litro por dia!
- E as marrons?
- Tamém uns 12 litro por dia!
O empresário pensou um pouco e logo tornou a perguntar:
- Elas comem o quê?
- Qual? As maiáda ou as marrom?
- Sei lá, pode ser as marrons!
- As marrom come pasto e sal.
- Hum! E as malhadas?
- Tamém come pasto e sal!
O empresário, sem conseguir esconder a irritação:
- Escuta aqui, meu amigo! Por quê toda vez que eu te pergunto alguma coisa
sobre as vacas você me diz se quero saber das malhadas ou das
marrons, sendo que é tudo a mesma resposta?
E o matuto responde:
- É que as maiáda são minha!
- E as marrons?
- Tamém!

INDO PARA A PESCARIA...
Os dois mineiros se encontram no ponto de ônibus em Cocalinho para uma
pescaria.
- Então cumpadi, tá animado? pergunta o primeiro.
- Eu tô, home!
- Ô cumpade, pro mode quê tá levano esses dois emborná?
- É que tô levano uma pingazinha, cumpade.
- Pinga, cumpade? Nóis num tinha acertado que num ia bebê mais?!
- Cumpade, é que pode aparece uma cobra e pica a gente. Aí nóis desinfeta
com a pinga e toma uns gole que é pra mode num sinti a dô.
- É... e na outra sacola, o que qui tá levano?
- É a cobra, cumpade. Pode num tê lá...

MINEIRIM COMPRANDO PASSAGEM
O mineirin vai a uma estação ferroviária para comprar um bilhete.
- Quero uma passage para o Esbui - solicita ao atendente.
- Não entendi; o senhor pode repetir?
- Quero uma passage para o Esbui!
- Sinto muito, senhor, não temos passagem para o Esbui.
Aborrecido, o caipira se afasta do guichê, se aproxima do amigo que o
estava aguardando e lamenta:
- Olha, Esbui, o homem falou que prá ocê não tem passagem não!


A PESQUISADORA E O MINEIRIN
Uma pesquisadora do IBGE[bb] bate à porta de um sitiozinho perdido no interior
de Minas.
- Essa terra dá mandioca?
- Não, senhora. - responde o roceiro.
- Dá batata?
- Também não, senhora!
- Dá feijão?
- Nunca deu!
- Arroz?
- De jeito manera!
- Milho?
- Nem brincando!
- Quer dizer que por aqui não adianta plantar nada?
- Ah! ... Se prantá é diferente...

Agradecimentos a Alma Poeta

10 de abr de 2009

Vendo essa imagem,não paro nem podendo

Este anúncio foi publicado em 1919,
logo depois do início da proibição da
venda e fabricação de bebidas alcoolicas
nos EUA (a famosa Lei Sêca)


Agora olhe bem para elas e responda:
- Você deixaria de beber???
Eu não deixaria nem podendo...

4 de abr de 2009

Sou feio sim,mas muito feliz,obrigado

Gemêos ou não,mas muito lindos

É duro ser arábe!!!



Me enviaram e achei ótima, pois nunca tinha pensado nisso...
Todo o mundo se pergunta:
- Por que para os terroristas árabes é tão fácil se suicidar?
Aqui estão as 21 possíveis razões:

É proibido:

01º - Sexo antes do casamento;
02º - Tomar bebidas alcoólicas;
03º - Ir a bares;
04º - Ver televisão;
05º - Usar a Internet;
06º - Esportes, estádios, festas com mulheres;
07º - Tocar buzina;
08º - Comer carne de porco;
09º - Música não religiosa;
10º - Ouvir rádio;
11º - Barbear-se;
Além disso:
12º - Tem areia por todos os lados e nenhum buggy para se divertir;
13º - Farrapos em lugar de roupas;
14º - Come-se carne de burro cozida sobre bosta de camelo;
15º - As mulheres usam burka e não dá para ver nem a cor dos olhos;
16º - A esposa é escolhida pelos outros e o rosto é visto só na procriação;
17º - Sexo depois de casado só para procriar e feito no escuro com a mulher vestida com o shake;
18º - Reza-se para Alah:
- 06:00 às 09:00
- 12:00 às 15:00
- 16:00 às 18:00
- 21:00 às 00:00
- No pôr do Sol;
19º - A temperatura básica nos países árabes é entre 45º e 58º (em alguns lugares até mais altas);
20º - Para economia de água, banho apenas uma vez por mês, nas partes mais sujas (pés).
E finalmente;
21º - Ensinam que, quando morrer, vai para o paraíso e terá tudo aquilo com que sonha!
Fala a verdade... Você também não se mataria???...'

Assinado:
BUDA GUEU BARIU

Agradecimentos a Alma Poeta

UM VELÓRIO INÉDITO EM PORTUGAL (E NO RESTO DO MUNDO TAMBÉM)

Um brasileiro, de passagem por Lisboa, foi surpreendido com a notícia
de que um amigo seu, português, havia falecido e seria enterrado naquela tarde.
Chateado com a situação, a perda de um amigo do peito, procurou saber
onde seria o velório e para lá partiu.
Ao chegar, viu que no caixão estava o morto inteiramente nu e ao lado
um grande pote cheio de" creme", no qual cada um dos presentes metia a
mão e após apanhar um pouco, passava sobre o defunto.
Surpreendido pela cena, coisa inusitada para ele, aproximou-se da
esposa loira e perguntou:
- Desculpe-me a ignorância, mas o que estão fazendo é tradição por aqui?
Ao que a esposa respondeu:
- Não! É algo inusitado. Nunca fizemos. É que ele pediu para ser" cremado..."

Curso gratuito de Photoshop 2009

adobe photoshop cs2 Curso gratuito de Photoshop 2009

O Photoshop é hoje em dia uma das ferramentas mais utilizadas entre os profissionais de edição de imagens.


A revista INFO está fornecendo gratuitamente via online seu curso “INFO Photoshop CS3″ o qual pode ser utilizado nas versões CS2, CS3 e CS4 do programa da Adobe.


info.abril.com.br/dicas/cursos/photoshopcs3

Followers

About Me

Minha foto

Um iniciante na fina arte de blogar,muito sem experiência,mas com uma vontade tamanha tanto quanto os amigos que fiz na net.