30 de abr de 2009

1º de Maio - Dia do Trabalho





Só o trabalho constrói. Todo o conforto de que a humanidade goza hoje em dia é fruto do trabalho de muitas pessoas, através de várias gerações.
Todo trabalho honesto dignifica, por mais humildade que seja. Quem faz do trabalho o seu maior prazer da vida, vê que só tem a lucrar, pois além de manter-se com orgulho e honestidade, não tem vontade nem tempo para ociosidade, que quase sempre leva maus hábitos.
O DIA do TRABALHO é essencialmente importante , porque é nessa data que lembramos o esforço humano para modificar a natureza com consciência, preservando-a sempre e explorá-la para o progresso da humanidade.
Todas as pessoas, cada uma na sua profissão, são igualmente necessárias. A comunidade depende tanto de engenheiros e médicos quanto de pedreiros, padeiros[bb] e agricultores, etc
No dia 1 de maio de 1886, em Chicago[bb], grevistas entraram em choque com a polícia. Explodiu uma bomba e morreram quatro operários e sete policiais. Alguns líderes grevistas foram presos e executados no ano seguinte.
Em junho de 1889, os socialistas reunidos em Paris, aprovaram a resolução de consagrar o dia 1 de maio de todos os anos, como o Dia Internacional dos Trabalhadores, em memoria das vítimas de Chicago.
A iniciativa se propagou lentamente, a princípio encontrando resistência das autoridades, que perseguiam politicamente os manifestantes, mas aos poucos se consolidou.
Hoje, sob a designação de DIA DO TRABALHO, São feitas comemorações em quase todos os países do mundo, com pequenas variantes quanto à data. O DIA DO TRABALHO, porém, só foi institucionalizado com o Estado Novo, em 1938, e declarado feriado nacional pelo governo do marechal Eurico Gaspar Dutra, com a Lei nº 662, de 6 de abril de 1949.
Nada mais justo do que lembrar nesse dia de todos aqueles que com seu trabalho constroem algo de bom para a Pátria[bb] e para a Humanidade.
Parabéns trabalhador brasileiro.




Sony te leva ao Japão[super promoção]

Promoção imperdível.Não perca essa oportunidade.Participe pois é super facíl de ganhar.

Uma viagem ao Japão de 15 dias, passagem e hotel pago com direito a acompanhante, mais 2500 dólares para gastar a vontade.
E ainda:
Uma TV LCD Full HD de 69 " (já com o decodificador digital incorporado) !!!!
Essa vale a pena tentar!
Para ganhar a viagem é 'simples':
Basta acertar as seguintes perguntas a respeito da foto abaixo:

1) quem está com sono,
2) quem está quase dormindo,
3) quem acordou agora
4) quais são os dois gêmeos.
5) quem está com raiva
6) quem está alegre




Pode ser uma piada de mal gosto,mas que é divertido,isto é.

Como explicar isso para sua seguradora



Elas devem estar muito felizes...Muito mesmo he he he.

Mais duas de humor[fresquinhas]


Um motorista de táxi ia guiando numa grande avenida de S.Paulo percebeu uma linda mulher caminhando na calçada uns metros adiante e fala ao passageiro que levava no carro:
- Olha que mulher bonita! Nossa, ela é um avião!
E o passageiro responde gritando:
- Feia!
O motorista:
- Feia nada! Ela é gostosona pra caramba!
E o passageiro gritando de novo:
- Feia!!!! Feiaaa...
- Que feia o quê!! Tá louco??? - responde o motorista.
E o passageiro aos berros:
- Feia! Feia! Feiaaa!
O motorista, que não estava olhando pra frente, bate em outro carro.
Fica louco da vida e fala pro passageiro:
- Pô cara! Cê viu que eu ia bater!!! Por que não me avisou?
E o passageiro:
- Aralho!!! Eu ava itando: - feia... feia... E ocê num feiô. É urdo é???
Zi udeu...



Lula discursava para dezenas de milhares de pessoas
no Anhangabaú em São Paulo , quando, de repente,
aparece Jesus Cristo baixando lentamente do céu.
Quando chega ao lado de Lula, lhe diz algo ao ouvido.
Então, Lula dirigindo-se à multidão diz:
- Atenção companheiros.....!
O companheiro Jesus Cristo aqui,
quer dizer algumas palavras para vocês.
Jesus pega o microfone e diz:
- Povo brasileiro, este homem que tem barba como eu,
não lhes deu pão, da mesma forma que eu fiz....?
O povo responde:
- Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !
Não é verdade que, assim como eu multipliquei
os pães e peixes para dar de comer a todos,
este homem inventou o Fome Zero
para que todos pudessem se alimentar.....?
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !
Respondeu o povão.
Não é verdade que ele assegurou tratamento médico
e remédios para os pobres,
assim como eu curei os enfermos....?
O povo grita:
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !
Não foi traido por companheiros de partido,
assim como eu fui traido por Judas....?
O povo gritou ainda mais forte:
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim !

Então o que vocês estão esperando

para crucificar esse infeliz..... ???

Se você não reclamar seu direitos!!![como vai ficar]

Existe alguma semelhança entre o sorvete de baunilha,e a General Motors?
Leia com atenção o texto abaixo e tire suas conclusões.





Olhem como qualquer reclamação de um cliente pode levar a uma descoberta totalmente inesperada do seu produto.
Parece coisa de louco, mas não é. Esta é a moral de uma história que está circulando de boca em boca entre os principais especialistas norte-americanos em atendimento ao cliente. A
história ou "causo", como está sendo batizada aqui no Brasil, começa quando o gerente da divisão de carros da Pontiac, da GM dos EUA, recebeu uma curiosa carta de reclamação de um cliente.
Eis o que ele escreveu:
"Esta é a segunda vez que mando uma carta para vocês, e não os culpo por não de responder.
Eu posso parecer louco, mas o fato é que nós temos uma tradição em nossa família, que é a de comer sorvete depois do jantar. Repetimos este hábito
todas as noites, variando apenas o tipo do sorvete, e eu sou o encarregado de ir comprá-lo. Recentemente comprei um novo Pontiac e, desde então, minhas idas à sorveteria se transformaram num problema.
Sempre que eu compro sorvete de baunilha[bb], quando volto da loja para casa, o carro não funciona se compro qualquer outro tipo de sorvete, o carro funciona normalmente. Os senhores devem achar que eu estou realmente louco, mas não importa o quão tola possa parecer minha reclamação. O fato é que estou muito irritado com meu Pontiac".
A carta gerou tantas piadas do pessoal da GM[bb] que o presidente da empresa acabou recebendo uma cópia da reclamação. Ele resolveu levar a sério e
mandou um engenheiro conversar com o autor da carta. O funcionário e o reclamante, um senhor bem-sucedido na vida e dono de vários carros, foram
juntos à sorveteria no fatídico Pontiac. O engenheiro sugeriu sabor baunilha para testar a reclamação e o carro efetivamente não funcionou.
O funcionário da GM voltou nos dias seguintes, à mesma hora, e fez o! mesmo trajeto, e só variou o sabor do sorvete. Mais uma vez, o carro só não pegava na volta, quando o sabor escolhido era baunilha..
O problema acabou virando uma obsessão para o engenheiro, que passou a fazer experiências diárias, anotando todos os detalhes possíveis e, depois de
duas semanas, chegou à primeira grande descoberta..
Quando escolhia baunilha, o comprador gastava menos tempo, porque este tipo de sorvete estava bem na frente.
Examinando o carro, o engenheiro fez nova descoberta: como o tempo de compra era muito mais reduzido no caso da baunilha, em comparação com o tempo dos outros sabores, o motor não chegava a esfriar. Com isso, os vapores de combustível não se dissipavam, impedindo que a nova partida fosse instantânea. A partir deste episódio, a Pontiac mudou o sistema de alimentação de combustível e introduziu a alteração em todos os modelos a
partir desta linha.
Mais que isso, o autor da reclamação ganhou um carro novo, além da reforma
do que não pegava com sorvete d! e baunilha. A GM distribuiu também um memorando interno, exigindo que seus funcionários levem a sério até as
reclamações mais estapafúrdias, " porque pode ser que uma grande inovação esteja por atrás de um sorvete de baunilha" diz a carta da GM.
Com certeza esse consumidor americano[bb] comprará um outro Pontiac, porque qualidade não está dentro da empresa, está também no atendimento que
despendemos aos nossos clientes.

"Tempos loucos exigem empresas malucas".
Tom Peters

Conversa de 2 crianças modernas(papo super cabeça)




- E aí, véio?

- Beleza, cara?

- Ah, mais ou menos. Ando meio chateado com algumas coisas.

- Quer conversar sobre isso?

- É a minha mãe. Sei lá, ela anda falando umas coisas estranhas, me
botando um terror, sabe?

- Como assim?

- Por exemplo: há alguns dias, antes de dormir, ela veio com um papo
doido aí. Mandou eu dormir logo senão uma tal de Cuca ia vir me
pegar.
Mas eu nem sei quem é essa Cuca, pô. O que eu fiz pra essa mina
querer
me pegar? Você me conhece desde que eu nasci, já me viu mexer com
alguém?

- Nunca.

- Pois é. Mas o pior veio depois.. O papo doido continuou. Minha mãe
disse que quando a tal da Cuca viesse, eu ia estar sozinho, porque
meu
pai tinha ido pra roça e minha mãe passear. Mas tipo, o que meu pai
foi fazer na roça? E mais: como minha mãe foi passear se eu tava
vendo
ela ali na minha frente? Será que eu sou adotado, cara?

- Sabe a sua vizinha ali da casa amarela? Minha mãe diz que ela tem
uma hortinha no fundo do quintal. Planta vários legumes. Será que sua
mãe não quis dizer que seu pai deu um pulo por lá?

- Hmmmm. pode ser. Mas o que será que ele foi fazer lá? Vixe! Será
que
meu pai tem um caso com a vizinha?

- Como assim, véio?

- Pô, ela deixou bem claro que a minha mãe tinha ido passear. Então
ela não é minha mãe. Se meu pai foi na casa da vizinha, vai ver eles
dois tão de caso. Ele passou lá, pegou ela e os dois foram passear. É
isso, cara. Eu sou filho da vizinha. Só pode!

- Calma, maninho. Você tá nervoso e não pode tirar conclusões
precipitadas.

- Sei lá. Por um lado pode até ser melhor assim, viu? Fiquei sabendo
de umas coisas estranhas sobre a minha mãe.

- Tipo o quê?

- Ela me contou um dia desses que pegou um pau e atirou em um gato.
Assim, do nada. Puta maldade, meu! Vê se isso é coisa que se faça com
o bichano!

- Caramba! Mas por que ela fez isso?

- Pra matar o gato. Pura maldade mesmo. Mas parece que o gato[bb] não
morreu.

- Ainda bem. Pô, sua mãe é perturbada, cara.

- E sabe a Francisca ali da esquina?

- A Dona Chica? Sei sim.

- Parece que ela tava junto na hora e não fez nada. Só ficou lá,
paradona, admirada vendo o gato berrar de dor.

- Putz grila. Esses adultos às vezes fazem cada coisa que não dá pra
entender.

- Pois é. Vai ver é até melhor ela não ser minha mãe, né? Ela me
contou isso de boa, cantando, sabe? Como se estivesse feliz por ter
feito essa selvageria. Um absurdo. E eu percebo também que ela não
gosta muito de mim. Esses dias ela ficou tentando me assustar,
fazendo
um monte de careta. Eu não achei legal, né. Aí ela começou a falar
que
ia chamar um boi com cara preta pra me levar embora.

- Nossa, véio. Com certeza ela não é sua mãe. Nunca que uma mãe ia
fazer isso com o filho.

- Mas é ruim saber que o casamento deles é essa zona, né? Que meu pai
sai com a vizinha e tal. Apesar de que eu acho que ele também leva
uns
chifres, sabe? Um dia ela me contou que lá no bosque do final da rua
mora um cara, que eu imagino que deva ser muito bonitão, porque ela
chama ele de 'Anjo'. E ela disse que o tal do anjo[bb] roubou o
coração
dela. Ela até falou um dia que se fosse a dona da rua, mandava
colocar
ladrilho em tudo, só pra ele pode passar desfilando e tal.

- Nossa, que casamento bagunçado esse. Era melhor separar logo.

- É. só sei que tô cansado desses papos doidos dela, sabe? Às vezes
ela fala algumas coisas sem sentido nenhum. Ontem mesmo veio me falar
que a vizinha cria perereca em gaiola[bb], cara. Vê se pode? Só tem louco
nessa rua.

- Ixi, cara. Mas a vizinha não é sua mãe?

Traição por justa causa existe?


O marido chega em casa e pega a esposa, na cama, com um garotão, 25 anos,
forte, bronzeado, cheio de amor pra dar...

Arma o maior barraco, mas a mulher o interrompe:

-Antes, você deveria ouvir como tudo isso aconteceu...

Andava na rua, vi esse jovem maltrapilho, cansado e faminto .
Então, com pena do estado dele, eu o trouxe para casa.

Dei a ele aquela Refeição que eu havia preparado para você ontem
E como você chegou tarde e satisfeito com o tira-gosto do boteco..
não comeu, e eu guardei o jantar na geladeira, lembra-se?

Ele estava descalço, então dei a ele aquele seu par de sapatos que,
como foi minha mãe que te deu, você nunca usou.

Ele estava com sede e eu servi aquele vinho que estava guardado...
Para aquele sábado que você prometeu mas que nunca chega...
Pois num dia é futebol, noutro poker, noutro pescaria, noutro peteca,noutro lavando o carro e assim por diante.

As calças estavam rasgadas, dei-lhe aquele seu jeans semi-novo...
Ainda estava em perfeito estado, mas não cabia mais em você.

Como ele estava sujo, aconselhei-o a tomar um banho....
Fazer a barba, então dei a ele aquela loção francesa novinha que você
Nunca usou, porque acha fedorenta.

Daí, quando ele já ia embora, perguntou:
Dona, tem mais alguma coisa que seu marido não usa mais?

- Nem respondi!!!!!!!.............
Dei logo !!!
====================================================================
(Moral da história: Mulher só trai por justa causa)
====================================================================

Eitá minerim experto só


Um Mineiro está visitando o amigo carioca que sofreu um acidente de carro e que irá ficar, temporariamente, de cama, e mora numa belíssima casa de dois andares.

De repente o acidentado diz:
- Eu deixei as minhas sandálias lá em cima no meu quarto.
Você não quer ir lá pegar pra mim, por favor?

- Não dá para recusar este tipo de favor, não é?

Então, o cara sobe a escada e vai até o quarto do amigo.
Chegando lá, ele percebe que a porta do banheiro está se abrindo e as duas lindas filhas gêmeas do amigo, 20 aninhos, estão saindo, enroladas em toalha de banho.
O cara, um mineirim com 30 anos de belzonte, não perde a chance:
- Oi meninas, seu pai que me pediu para subir e comer vocês duas!
As duas olham-se incrédulas:
- Ele nunca iria dizer isso!

- É lógico que disse! - responde ele - Querem ver?

E, gritando para o amigo lá embaixo, pergunta:

- É pra pegar só uma ou as duas?
- CLAAROOOO QUE AS DUAS, POOORRRAAAAA !!!

Followers

About Me

Minha foto

Um iniciante na fina arte de blogar,muito sem experiência,mas com uma vontade tamanha tanto quanto os amigos que fiz na net.