23 de ago de 2008

MAIS UMA DA WEB.NÃO CONFUNDA ISSO COM AQUILO.

Fim de namoro virtual acaba em prisão nos EUA
As autoridades detiveram uma mulher que tentou seqüestrar um homem com o qual manteve um romance pela internet, informou neste sábado (23) a polícia do condado de New Castle, em Delaware.

Kimberly Jernigan, de 33 anos e moradora da Carolina do Norte, não se conformou com o fim do romance virtual que manteve com um homem de 52 anos, residente em Claymont, Delaware. Os dois teriam se conhecido no Second Life quando o homem, com o apelido de "Lion", começou a conversar com Jerrigan.

No entanto, quando ele a conheceu no mundo real, há alguns meses, decidiu colocar fim ao relacionamento para desespero da mulher, segundo a polícia. No início de agosto, Jernigan foi até o local de trabalho de Lion na Pensilvânia e tentou seqüestrá-lo armada com uma pistola.

A tentativa fracassou e a mulher voltou duas semanas mais tarde para descobrir onde o ex-namorado virtual morava. Ela se fez passar por uma funcionária dos Correios para encontrar o endereço de Lion, que tinha se mudado, disseram as autoridades.

Invasão

Após quatro dias de investigações, Jernigan conseguiu encontrar a casa onde ele vivia em Claymont, foi ao local acompanhada de seu cachorro Gogi, cortou a tela de uma janela e invadiu o apartamento do ex-namorado virtual.

O homem disse à polícia que, quando chegou ao apartamento, na quinta-feira (21), viu que alguém apontava uma mira a laser em direção ao seu peito, por isso fugiu do lugar e ligou para as autoridades. Os agentes que foram ao apartamento encontraram um par de algemas, um rolo de fita adesiva, uma bomba de descarga elétrica e uma pistola de ar comprimido. Também encontraram Gogi amarrado e amordaçado com fita adesiva, no banheiro.

Aproximadamente uma hora mais tarde, as autoridades do Estado de Maryland detectaram o veículo de Jernigan em um albergue junto à estrada 95 e a detiveram, após uma breve resistência.

A mulher, que agora enfrenta acusações de tentativa de seqüestro, invasão de domicílio, e ameaças com agravantes, explicou à polícia que tinha amarrado o cachorro porque ele estava fazendo muito barulho. O animal não ficou ferido, mas a polícia informou que a Sociedade Protetora dos Animais cogita acusar Jernigan de crueldade contra o cachorro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário e logo logo estaremos entrando em contato contigo.

Followers

About Me

Minha foto

Um iniciante na fina arte de blogar,muito sem experiência,mas com uma vontade tamanha tanto quanto os amigos que fiz na net.