8 de ago de 2008

Vôlei de praia vive relação de amor e ódio com a TV


A popularidade do vôlei de praia nos Jogos Olímpicos tem criado algo como uma relação de amor e ódio do esporte com a televisão.

O esporte recheado de belas imagens se tornou um campeão nas transmissões das Olimpíadas. De acordo com o Comitê Olímpico Internacional, cerca de 3,5 bilhões de espectadores acompanharam as partidas nas areias dos Jogos de Atenas pela TV.

Por conta disso, cresceu o interesse pelo esporte, inspirando muitos países a formar times e a atrair patrocinadores.

O lado negativo é que as emissoras de TV começaram a demandar jogos que se enquadrassem em suas grades de programação e em um formato que os tornassem ainda mais atraentes para a televisão.

Em Pequim, as semifinais e as finais serão disputadas pela manhã, para serem transmitidas no horário nobre da TV nos Estados Unidos e no Brasil, países onde o esporte é muito popular.

Neste ano, os dirigentes reforçaram a regra de 1999 que determina que o saque deve ser dado até 12 segundos depois que o último ponto foi concluído -- decisão que alguns jogadores creditam às necessidades das televisões.

"Este é um esporte muito dinâmico e as regras internacionais têm mudado por causa da televisão", disse a australiana Natalie Cook, que competiu em todas as Olimpíadas desde que o vôlei de praia passou a constar no programa dos Jogos, em 1996, e que ganhou a medalha de ouro em Sydney.

Reviravoltas rápidas tornam o jogo mais dinâmico para a televisão, mas não é fácil para os jogadores, particularmente em Pequim.
"Quanto mais tempo você tem entre os pontos, melhor você se recuperar do último ponto e pode tomar água. Vai ser duro para os jogadores em um lugar tão quente e úmido como aqui", disse a brasileira Renata, parceira de Talita nos Jogos de Pequim.

Por toda essa pressão da televisão, os jogadores esperam que o tempo ocupado na mídia os ajude a trazer mais dinheiro para as quadras, treinamentos e prêmios, assim como informar o público sobre o esporte.

"Ainda há um forte elemento na mente das pessoas: os biquínis", disse Cook. "Mas, uma vez que elas de fato assistem a um jogo, compreendem como é dinâmico e atlético e, daí em diante, param de pensar em sexo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário e logo logo estaremos entrando em contato contigo.

Followers

About Me

Minha foto

Um iniciante na fina arte de blogar,muito sem experiência,mas com uma vontade tamanha tanto quanto os amigos que fiz na net.