7 de ago de 2008

Boa qualidade de TV aberta dificulta serviço pago, diz associação

O setor de TV de paga no Brasil cresceu 52% em cinco anos, mas poderia ter sido muito mais se não fosse a "excepcional qualidade" da TV aberta. A afirmação é do presidente da ABTA (Associação Brasileira de Televisão por Assinatura), Alexandre Annenberg, que considera satisfatória a programação gratuita. "A qualidade da TV aberta no Brasil é excepcional em comparação com outros países", diz.

Segundo a ABTA, o aumento de renda conseguido pela população da classe C no país foi o responsável pelo crescimento do setor. Mesmo assim, segundo Annenberg, a elevada carga tributária e a força dos canais com programação gratuita impedem que mais pessoas contratem serviços por assinatura.

O presidente da associação utilizou como exemplo a Argentina, onde mais da metade da população assiste televisão através do sistema pago por não contar com boa programação na TV aberta. Segundo Annenberg, o telespectador que quiser assistir aos jogos da seleção argentina de futebol ou as corridas de Fórmula 1 são obrigados a assinar uma operadora de TV.

"A TV por assinatura no Brasil oferece uma alternativa [ao usuário] e não compete com o sistema gratuito", disse.

Expansão

Apesar de existir mais de 5.500 municípios no país, a ABTA reclama que o serviço de TV a cabo atinge pouco mais de 270 cidades. Annenberg informou que a última licitação promovida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para expansão dos serviços por cabo ocorreu em 2000.

"Há oito anos que não se faz nenhuma licitação de TV a cabo e depois reclamam da baixa penetração [do serviço]", disse.

A falta de licenças para distribuição de canais exclusivos através de cabos não atinge a expansão dos serviços por DTH (satélite), que dependem apenas da instalação de antena e decodificador.
Leia mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário e logo logo estaremos entrando em contato contigo.

Followers

About Me

Minha foto

Um iniciante na fina arte de blogar,muito sem experiência,mas com uma vontade tamanha tanto quanto os amigos que fiz na net.